Sociedade se mobiliza para encontros preparatórios da Conferência Nacional Livre, Democrática e Popular da Saúde

Entidades, movimentos e sociedade civil já estão se mobilizando para as etapas que precedem a Conferência Nacional Livre, Democrática e Popular de Saúde, que será realizada pela Frente pela Vida no dia 5 de agosto. Na sexta (24/6), foi a Conferência das Mulheres do Ceará, em Fortaleza (CE). No dia 27 de junho, ocorreu a Reunião Preparatória do Cariri, em Crato (CE) e no dia 28 de junho, a Conferência Preparatória Estadual do Ceará.

Em 13 de julho, a programação da Frente pela Vida inclui a realização da Conferência Livre, Democrática e Popular de Saúde de Chapecó (SC). Terceirização dos serviços de saúde, internação compulsória, saúde da população indígena, do imigrante e das mulheres estão entre os temas que serão discutidos nestas ocasiões.

As conferências livres preparatórias podem ser realizadas em unidades de saúde, universidades, sindicatos, associações ou qualquer outro espaço da comunidade. Os eixos da conferência podem ter como ponto de partida a própria realidade da saúde da região. Para construir uma conferência, basta seguir as dicas da Frente pela Vida:

Baixe no site da Frente Pela Vida a arte das conferências preparatórias e faça as adaptações necessárias, adicionando título, data, local e as entidades e organizações à frente da realização.

  1. Coloque também na Agenda de mobilização, no site da Frente Pela Vida (https://frentepelavida.org.br/#programacao), para que mais pessoas fiquem sabendo e possam participar da atividade.
  2. Faça o registro da conferência preparatória com fotos, vídeos, poesia, desenho e/ou música! Não esqueça da ata final, com os principais debates e propostas, e a lista dos participantes.
  3. Envie tudo para comunicacao@frentepelavida.org.br/“. O conteúdo será publicado no site da Frente Pela Vida e compartilhado pelas organizações parceiras.

As conferências livres fazem parte dos mecanismos de participação social em saúde, mas ao contrário dos processos oficiais, não seguem formalidades como quórum mínimo, representatividade por segmentos ou eleição de delegados para a etapa principal.

As contribuições de cada conferência preparatória vão se somar e formar um grande painel sobre a situação da saúde no Brasil e orientar o debate da etapa final, a Conferência Livre Democrática e Popular de Saúde 2022, em 5 de agosto, Dia Nacional da Saúde. A Conferência Livre é considerada uma etapa preparatória para a 17ª Conferência Nacional de Saúde (17ª CNS), convocada para 2023. Para mais informações acesse frentepelavida.org.br.

Fonte: Ascom CNS | Foto: Outra Saúde

Deixe o seu comentário