Vacina mudou perfil de internados com Covid e diminuiu risco da comorbidade, diz estudo

Em entrevista à CNN, professor autor da pesquisa, Mauricio Lacerda Nogueira, disse que, entre vacinados, mortes pela doença se concentram em idosos com problemas renais

Uma análise feita por um laboratório da Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto (Famerp) indicou que a vacinação contra a Covid-19 mudou o perfil dos pacientes que foram internados e depois morreram em decorrência da doença.

O estudo contou com a participação de mais de 2,7 mil pacientes, que foram internados entre 5 de janeiro e 12 setembro de 2021. Os pesquisadores perceberam que, no grupo de não vacinados, a presença de uma ou mais comorbidades foi determinante para o agravamento do paciente até o óbito.

Já entre os vacinados, as mortes se concentraram entre os pacientes com mais de 60 anos e problemas renais. Dessa forma, o estudo indicou que a vacina fez com que a comorbidade deixasse de ser um fator de risco para a morte de pacientes internados com Covid-19.

Em entrevista à CNN na sexta (11/02), o professor da Famerp e um dos autores do estudo, Mauricio Lacerda Nogueira, disse que o trabalho mostra “a grande capacidade da vacinação em proteger pessoas com comorbidade da Covid-19 grave”.

Fonte: CNN Brasil.

Deixe o seu comentário