OPAS/OMS abre consulta informal para ouvir pessoas que vivem com doenças crônicas não transmissíveis e problemas de saúde mental na América Latina

Brasília, 7 de abril de 2022 (OPAS/OMS) – A Organização Mundial da Saúde (OMS) está desenvolvendo um quadro (Framework for Meaningful Engagement of People Living with NCDs) para envolver ativamente pessoas que vivem com doenças crônicas não transmissíveis e problemas de saúde mental na América Latina. Esta iniciativa vai orientar o organismo internacional e os Estados Membros para que essas pessoas participem da concepção de políticas, programas e princípios relativos a essas condições de saúde.

Coorganizada pela Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS) e pelo Mecanismo Mundial de Coordenação das Doenças Não Transmissíveis da OMS (GCM/NCD), a consulta será realizada nos dias 6 e 7 de abril (15h-18h30, horário de Brasília) em português, espanhol e inglês.

Esta consulta apoiará a cocriação e os processos de desenvolvimento participativo do quadro, bem como explorará a importância e o impacto que as pessoas que vivem com doenças crônicas não transmissíveis e problemas de saúde mental podem ter se forem ativamente envolvidas e/ou se esta iniciativa pode ser implementada a nível regional e nacional.

Os debates previstos para as consultas regionais se basearão nas recentes consultas informais da OMS sobre pessoas que vivem com doenças crônicas não transmissíveis (2020) e pessoas que vivem com diabetes (2021).

A reunião colaborativa procura estabelecer uma ligação com as pessoas que vivem com tais condições (incluindo aquelas com problemas psicossociais) na América Latina e aplicar os conhecimentos obtidos até o momento e envolver ainda mais significativamente essas pessoas no desenvolvimento do quadro. A consulta incluirá uma mistura de apresentações, discussões e sessões de trabalho em grupo que serão também conduzidas e facilitadas por pessoas com experiências vividas.

Os objetivos da consulta informal são:

  • Compreender e aprender com as atividades do Escritório Regional da OMS que integram e promovem o envolvimento ativo das pessoas que vivem com doenças crônicas não transmissíveis e problemas de saúde mental;
  • Identificar percepções, experiências, abordagens e nuances a nível regional e nacional relacionadas à implementação de um envolvimento ativo das pessoas que vivem com doenças não transmissíveis e problemas de saúde mental e outras áreas relacionadas a essas condições;
  • Identificar os obstáculos e as lacunas existentes na implementação de iniciativas que favoreçam o envolvimento das pessoas que vivem com doenças crônicas não transmissíveis e problemas de saúde mental, incluindo no que diz respeito às necessidades de reforço das capacidades e aos sistemas de saúde e de cuidados sociais existentes;
  • Discutir possíveis estratégias para preencher lacunas na implementação de iniciativas que reforcem as capacidades regionais e nacionais; e
  • Discutir oportunidades de codesenvolvimento e implementação de quadros e de uma contextualização mais avançada de quadros e produtos derivados.

Acesse aqui o formulário de manifestação de interesse (em português).

Fonte: Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS).

Deixe o seu comentário