Disponibilidade de Infliximabe nas farmácias de alto custo: março de 2022

Ministério da Saúde informa que o fornecimento de Infliximabe está garantido na Rede SUS até maio de 2022, pacientes de vários estados seguem aguardando a regularização do fornecimento nas farmácias de alto custo

Durante os meses de janeiro e fevereiro de 2022, 247 pacientes reportaram ao Movimento Medicamento no Tempo Certo (MTC), irregularidades no fornecimento de Infliximabe 100 mg no SUS. Em resposta ao MTC, o Ministério da Saúde, via Lei de Acesso à Informação (nº 25072.004600/2022-48) informou no dia 02 de março de 2022, que 100% do medicamento Infliximabe 100 mg foi enviado para as Secretarias Estaduais de Saúde, para abastecimento do 1º trimestre de 2022. O infliximabe 100mg foi adquirido por meio de um aditivo de contrato (TED 77/2021), cujo quantitativo é de 232.407 unidades. Esse TED tem previsão de possibilitar o atendimento da rede SUS até maio de 2022. Além disso, já há um novo processo de aquisição em andamento. Adicionalmente, é importante esclarecer que a Coordenação-Geral do Componente Especializado da Assistência Farmacêutica (CGCEAF) inicia a instrução do processo aquisitivo com 10 meses de antecedência ao fim da cobertura na Rede SUS.

Com base nessa informação, os pacientes que aguardam o fornecimento, devem comparecer na farmácia de alto custo em que são atendidos, solicitar falar com o farmacêutico/gestor responsável e solicitar informações sobre a data de regularização do fornecimento. Para aqueles casos de manutenção da indisponibilidade, é essencial o registro da falta deste medicamento na Ouvidoria Geral do SUS e na Ouvidoria da Secretaria Estadual de Saúde do estado que o medicamento está em falta.

Confira a resposta do Ministério da Saúde na íntegra: 

Em atenção à Demanda , que solicita informações sobre o fornecimento do medicamento infliximabe , segue manifestação da área técnica:

1.SOLICITAMOS INFORMAÇÕES SOBRE A SITUAÇÃO DE CONTRATO ATUAL VÁLIDO, VALIDADE DESTE CONTRATO?

Em relação ao medicamento infliximabe encontra-se vigente o TED 77/2021, cujo quantitativo é de 232.407 unidades. Esse TED tem previsão de possibilitar o atendimento da rede SUS até maio de 2022, considerando o consumo médio mensal do 1º trimestre de 2022. Além disso, já há um novo processo de aquisição em andamento. Adicionalmente, é importante esclarecer que a Coordenação-Geral do Componente Especializado da Assistência Farmacêutica (CGCEAF) inicia a instrução do processo aquisitivo com 10 meses de antecedência ao fim da cobertura na Rede SUS.

2.QUANTIDADE DO MEDICAMENTO COMPRADO?

ITEM  DESCRIÇÃO/ ESPECIFICAÇÃO  UNIDADE DE MEDIDA QUANTIDADE
1 INFLIXIMABE 100MG SERINGA 232.407

3.QUANTIDADE DO MEDICAMENTO ENVIADO PARA CADA ENTE DA FEDERAÇÃO NO ÚLTIMO TRIMESTRE DE 2021 E PRIMEIRO TRIMESTRE DE 2022?

UF Medicamento 4º trimestre/2021 1º trimestre/2022
Acre Infliximabe 100 mg 1.269 1.523
Alagoas Infliximabe 100 mg 889 1.097
Amapá Infliximabe 100 mg 69 0
Amazonas Infliximabe 100 mg 210 150
Bahia Infliximabe 100 mg 2.265 3.926
Ceará Infliximabe 100 mg 2.963 2.297
Distrito Federal Infliximabe 100 mg 3.062 2.661
Espírito Santo Infliximabe 100 mg 3.511 3.890
Goiás Infliximabe 100 mg 2.400 4.590
Maranhão Infliximabe 100 mg 1.407 626
Mato Grosso Infliximabe 100 mg 2.834 3.190
Mato Grosso do Sul Infliximabe 100 mg 432 4.091
Minas Gerais Infliximabe 100 mg 26.734 25.913
Pará Infliximabe 100 mg 807 735
Paraíba Infliximabe 100 mg 4.575 2.480
Paraná Infliximabe 100 mg 10.623 8.398
Pernambuco Infliximabe 100 mg 200 1.596
Piauí Infliximabe 100 mg 2.087 1.473
Rio de Janeiro Infliximabe 100 mg 11.866 10.891
Rio Grande do Norte Infliximabe 100 mg 1.392 263
Rio Grande do Sul Infliximabe 100 mg 7.051 7.323
Rondônia Infliximabe 100 mg 1.273 1.114
Roraima Infliximabe 100 mg 24 24
Santa Catarina Infliximabe 100 mg 10.312 10.929
São Paulo Infliximabe 100 mg 30.052 30.052
Sergipe Infliximabe 100 mg 540 708
Tocantins Infliximabe 100 mg 571 745

4.E QUE SEJA INFORMADO A QUANTIDADE DO MEDICAMENTO EM ESTOQUE E QUAL O PERÍODO PREVISTO DE ABASTECIMENTO DESTE MEDICAMENTO NO PAÍS?

 Em relação ao quantitativo no estoque, é importante esclarecer que informações referentes ao estoque de medicamentos sob guarda deste Ministério da Saúde possuem status de reservado, de acordo com o disposto nos incisos III, IV e VII do artigo 23 da Lei nº 12.527/2011. Nesse contexto, verifica-se que o Grau de Sigilo Reservado, conforme o Termo de Classificação de Informação 25007.25000095575/2018-61.R.15.02/01/2018.01/01/2023.N, classificado pelo Departamento de Logística em Saúde – DLOG/SE/MS, restringe o acesso aos dados por 05 anos.

5.A QUANTIDADE DO MEDICAMENTO ENVIADA PARA OS ENTES DA FEDERAÇÃO É COMPATÍVEL COM A QUANTIDADE SOLICITADA NECESSÁRIA PARA O PERÍODO DE ABASTECIMENTO?

No que tange ao abastecimento, informa-se que o quantitativo programado no 4º trimestre de 2021 foi 100% atendido. Em relação ao 1º trimestre de 2022, informamos que foi  atendido 100% do quantitativo programado sem complementação (que ainda irá acontecer), de acordo com programação encaminhada pelos estados. Informa-se, ainda, que as entregas usualmente são efetuadas às SES pelas empresas contratadas pelo Ministério da Saúde.03

Entre os dias 01 de janeiro a 28 de fevereiro de 2022, o Movimento Medicamento no Tempo Certo recebeu 2.801 relatos de pacientes e cuidadores, reportando a falta de 63 medicamentos nas farmácias de alto custo de 21 entes da federação. Os medicamentos com irregularidades no fornecimento fazem parte dos protocolos clínicos e diretrizes terapêuticas do Ministério da Saúde, 26 destes medicamentos fazem parte do grupo 1A da assistência farmacêutica, sendo seu fornecimento responsabilidade do Ministério da Saúde. Confira o relatório completo:
MTC janeiro – fevereiro 2022

Deixe o seu comentário