O setor privado no Sistema Único de Saúde brasileiro: o papel das fundações de apoio junto aos hospitais universitários

O Superior Tribunal de Justiça (STJ) realizou, no dia 21 de junho, das 9h às 13h, o seminário O Setor Privado no Sistema Único de Saúde Brasileiro: O papel das fundações de apoio junto aos hospitais universitários. O evento foi no auditório do Conselho da Justiça Federal (CJF). O seminário foi realizado em parceria com a Universidade Santo Amaro (Unisa); a Fundação Zerbini; a Faculdade de Medicina e a Fundação Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP).

A coordenação científica do evento foi do ministro do STJ Moura Ribeiro. O objetivo é apresentar os temas mais relevantes que giram em torno das relações jurídicas e institucionais relativas às fundações de apoio junto aos hospitais universitários.

Foco na transparência e na complementariedade

O evento foi gratuito. Foram oferecidas 300 vagas presencias, além da possibilidade de participação on-line, pelo Canal do STJ no YouTube.

O presidente do STJ, ministro Humberto Martins, e o coordenador científico do evento, ministro Moura Ribeiro, participaram da abertura do evento com outras autoridades dos ramos jurídico, acadêmico e médico. Entre os palestrantes estavam os ministros do STJ Antonio Carlos Ferreira e Antonio Saldanha Palheiro; os professores Carlos Ari Sundfeld e Georghio Alessandro Tomelin; e renomados profissionais da área médica nacional.

O evento contou com duas mesas de debates. Na primeira rodada, foi tratado o tema “O setor privado no SUS: o modelo de fundação de apoio e a essencialidade de sua atuação junto aos hospitais de ensino. Case Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP.” A segunda mesa abordou o tema “O setor privado no SUS: possibilidades de melhoria do modelo de fundação de apoio e suas vantagens.”

Confira aqui a programação.

Fonte: STJ / Conass.

Deixe o seu comentário